ARTIGO: Qual o valor de um projeto?

Por Renata G. Buffa

Um tempo atrás postamos no site da Graco o artigo “O que é o Projeto Executivo”, onde foram apresentadas as definições e particularidades de um projeto. Hoje gostaria de explicar como é calculado o valor de um projeto executivo.

É muito comum o cliente chegar com a pergunta: “Quanto custa pra fazer um projeto?”, cuja nossa resposta é: “Depende”. Mas, depende do que? Não é só dar um preço? Infelizmente, não, pois entre o branco e o preto há uma gama de cinzas. Então, como fazer para saber o preço de um projeto?

O cálculo do valor de projeto leva em consideração alguns fatores, como: área de projeto, local, complexidade, padrão de construção e tempo de execução. Abaixo segue uma breve descrição de cada um desses fatores:

  • Área de projeto: a partir do programa de necessidades do cliente é possível dimensionar previamente os ambientes, e chegar à área estimada de projeto para calcular o valor dos honorários. A área definitiva só é determinada no desenvolvimento do projeto, quando todas as questões e parâmetros foram levantadas.
  • Local: o terreno onde será executado o projeto deve sempre ser levado em conta. Ele pode ser plano ou acidentado, seu solo pode ser adequado a um tipo de fundação mas não a outro, a orientação solar pode determinar a planta do projeto, enfim, são muitas informações que o local pode trazer para o projeto. Tudo isso deve ser levado em consideração ao calcular o valor do trabalho dos projetistas, pois podem ocorrer dificuldades projetuais em função do terreno escolhido.
  • Complexidade: Projetos possuem uma sequencia de trabalho igual (desenvolvimento de estudo preliminar, anteprojeto, projeto executivo), mas particularidades muito diferentes. Projetar uma residência é menos complexo do que projetar um consultório odontológico ou um laboratório, que por sua vez são menos complexos do que projetar um hospital, por exemplo. Afinal, os tipos de ambientes e instalações podem ser muito variados, influenciando diretamente no custo do trabalho dos projetistas. As soluções técnicas também influenciam na complexidade de um projeto: uma edificação com instalações elétricas convencionais é bem menos complexa do que uma edificação automatizada, que exige um projeto de instalações elétricas mais bem estruturado.
  • Padrão da Construção: o padrão da construção pode variar muito de um projeto para outro, e deve ser levado em consideração na hora de fazer o cálculo de honorários de projetos. Os tipos de materiais empregados, desde os mais básicos (como tijolos), passando pelas esquadrias, até os acabamentos influencia diretamente no padrão da construção. Um material que seja diferente, exclusivo, ou que exija mão-de-obra especializada provavelmente custará mais caro do que outro, e exigirá do projetista uma atenção maior, pois deverá ser devidamente especificado e muitas vezes detalhado, para que não ocorram erros na obra. O padrão de construção costuma ser dividido em faixas (3 a 4 faixas), considerando o uso do edifício. Para dar alguns exemplos: a faixa 1, que seria a mais baixa, seria para barracões, garagens, casas populares; a faixa 2 abrigaria casas fora de condomínio, edifícios habitacionais populares e comércios de construções convencionais; a faixa 3 seria para construções de casas em condomínios, edifícios de alto padrão, escolas, laboratórios, consultórios, hospitais, e, por fim, a faixa 4 seria para grandes obras, como estádios, aeroportos, portos.
  • Tempo de Execução: por fim, o tempo de execução também faz parte do projeto, uma vez que, para se otimizar os prazos de uma obra, as soluções técnicas adotadas em projeto deverão ser muito bem elaboradas e descritas. Assim, um projeto pensado em estrutura pré-fabricada leva muito menos tempo de execução do que um projeto pensado em estrutura convencional, por exemplo, mas pode levar mais tempo de projeto do que o outro modo.

Além desses fatores que são específicos do desenvolvimento do projeto, também há fatores operacionais de trabalho – aluguel, contas diversas (água, luz, telefonia, internet, correio), capacitação de equipe e pagamento de funcionários, e até mesmo o cafezinho diário – e eles devem ser computados proporcionalmente no valor do projeto.

Para auxiliar os profissionais a estipular os valores de projetos, é possível encontrar algumas tabelas em órgãos legais, como os conselhos de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e de Engenharia (CREA), fontes oficiais como CPOS, SINAPI ou CUB. Esses valores dão uma diretriz de cobrança, e variam também conforme os índices econômicos do país.

A forma mais comum de se cobrar pelo serviço é um custo por m² de construção, dividido conforme faixas descritas acima, complexidade e padrão de obra. Dessa forma, um projeto de edificação de 100 m², com baixa complexidade e padrão, será mais barato do que um projeto de mesma metragem, mas de alta complexidade e padrão.

Uma outra forma de calcular o valor de projeto é pelo custo estimado da obra (material + mão-de-obra), estimando-se um custo de 5% a 10% do valor da construção. Tomando-se como exemplo o projeto de 100 m² de construção, onde os custos médios são de: R$1.500,00/m² para obras de baixo padrão, R$2.000,00/m² para obras de médio padrão e R$3.000,00/m² para obras de alto padrão, tem-se respectivamente: R$150.000,00; R$200.000,00 e R$300.000,00 para a execução da obra. O custo de projeto seria, considerando a faixa entre 5% e 10%: de R$7.500,00 a R$15.000,00 para a primeira faixa, de R$10.000,00 a R$20.000,00 para a segunda faixa e de R$15.000,00 a R$30.000,00 para a terceira faixa.

Portanto, quando alguém nos procura e nos pergunta: “Quanto custa pra fazer um projeto?”, o que costumamos fazer é uma reunião prévia com o cliente, para saber quais são suas necessidades, anseios, qual o programa e quanto de capital ele tem ou terá para desenvolver o projeto e executar a obra.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s