PROJETO: Residência RT 90

Projetada na cidade de São Carlos – SP em um terreno de 275 m², a Residência RT 90 foi desenvolvida pela arquiteta Renata Gobato Buffa, para ela e seu marido.

O casal, que adora receber família e amigos, queria uma casa que integrasse sala de estar, jantar, cozinha e área de lazer, e que garantisse a privacidade dos moradores na área dos quartos. Assim, a arquiteta pensou o projeto de uma casa térrea, com cerca de 155 m², dividida em 3 setores:

  • Setor 1: abrange a entrada da casa, com uma garagem descoberta para 2 carros, uma passarela rampada para acesso de pessoas e um jardim.
  • Setor 2:  concentra toda a área social da casa, subdividida em dois: na área externa estão a garagem coberta e a área de lazer com churrasqueira e um lavabo, enquanto a área interna abriga as salas de estar, jantar e a cozinha. Uma porta de correr de 4,80 m em alumínio e vidro integra as áreas internas e externas.
  • Setor 3: por fim, no setor 3 estão localizados os dormitórios, banheiros, lavanderia e oficina (depósito), garantindo a privacidade de seus moradores.

Dessa forma, consegue-se uma gradação de áreas sociais e privativas da casa: quanto mais avanço do terreno, mais privativa a área se torna.

A volumetria da casa é constituída pelo jogo de recuos e avanços nas fachadas, pelo volume da área técnica (onde estão as caixas d’água, o boiler e as condensadoras de climatização) e pelo grande vão localizado na entrada da garagem e área de lazer da residência, que é o grande destaque da fachada principal.

A iluminação e ventilação natural foram dois pontos importantes considerados no projeto. As salas, os dormitórios e o banheiro social possuem aberturas para a face norte, recebendo sol e iluminação ao longo de todo o dia. Já o closet, banheiro do casal, oficina (depósito) e lavanderia tem suas aberturas voltadas para o sul, garantindo luminosidade mas sem a entrada do sol diretamente. A cozinha possui abertura para o leste, recebendo o sol da manhã. As salas e a cozinha ainda recebe iluminação vinda do oeste, através da grande porta de vidro da entrada. Os espaços externos laterais da casa possuem larguras que variam de 1,50 m a 4 m, criando áreas de jardim e de circulação.

Após a concepção arquitetônica, a arquiteta passou as diretrizes para os demais projetistas da Graco, que desenvolveram os projetos de estruturas, instalações elétricas, hidráulicas e de climatização. A estrutura foi projetada em concreto armado e, para vencer o grande vão na entrada da garagem e área de lazer, foi colocada uma viga semi-invertida, que funciona também como platibanda, escondendo o telhado de estrutura metálica e telhas de fibro-cimento. O projeto de luminotécnica elaborado por Renata especificou toda a iluminação em LED, com luminárias simples e práticas para quase toda a casa, sendo as luminárias mais decorativas utilizadas na área das salas e cozinha, bem como no muro do jardim frontal. O projeto de instalações elétricas separou as instalações da casa em dois quadros elétricos: um para a iluminação e tomadas, e o outro para a telefonia e a lógica, facilitando o funcionamento e manutenção da casa. No projeto de instalações hidráulicas foram previstas as redes de abastecimento de água fria e de água quente (sistema de aquecimento solar), e ralos do tipo sekapiso nas áreas de box de chuveiro, e próximo às bancadas da cozinha e área de lazer. Como o casal deseja colocar ar condicionado em dois quartos e na sala, o projeto de climatização foi contratado, prevendo toda a tubulação necessária da evaporadora às condensadoras (estas ficarão na área técnica, sem interferir nas fachadas).

Os materiais escolhidos para acabamentos, louças e metais, bem como o mobiliário, foram escolhidos considerando uma linguagem limpa, racional, prática e elegante. Porcelanatos e piso vinílico no piso, pintura nas paredes das áreas secas e porcelanato nas paredes das áreas molhadas, e textura em todas as paredes externas da casa. Novamente o destaque é a fachada principal da casa, que mistura a textura de cimento queimado (no pórtico formado pelo vão livre) e a aplicação de revestimento cerâmico quadriculado no plano de fundo da garagem. Os móveis foram projetados pela arquiteta, para serem detalhados e executados por marcenaria.

A arquiteta também foi responsável técnica pela construção da casa, e contou com o auxílio da Sanvezzo Arquitetura e Construção para o acompanhamento na execução de alvenarias, estrutura, instalações hidráulicas e mecânicas, telhado e pintura. Já para as instalações elétricas, acabamentos e instalação de louças e metais, foi contratada mão-de-obra diretamente com a arquiteta Renata. Falaremos mais sobre a obra em outra publicação.

Abaixo seguem as imagens do projeto.

Ficha Técnica:

Cliente: Renata G. Buffa e Elton F. Sitta
Ano: Projeto: 2017 – Construção: 2018-2019
Área: 157,14 m²
Local: São Carlos – SP
Projeto Executivo:

Concepção, Coordenação e Projeto Executivo de Arquitetura: Arq. Renata Gobato Buffa
Estrutura/ Fundações: Eng. Fernando Mellin e Eng. Thiago Barbosa
Instalações Elétricas: Eng. Marcos Cesar Correa Antunes
Instalações Hidráulicas: Eng. Isabella Stranieri e Eng. Guilherme Azinari
Instalações Mecânicas: Eng. Mec. Luis Eduardo Martins
Planilha Orçamentária: Eng. Leonardo F. de Mendonça
Maquete Eletrônica: Estag. Jessica Natal Fonseca
Obra:
Arq. Renata Gobato Buffa (Responsável)
Sanvezzo Arquitetura e Construção (Acompanhamento)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s